O Que é MARKETING DE NICHO: Exemplos e Como Ele é PODEROSÍSSIMO!

Entenda o significado de Marketing de Nicho e conheça os melhores exemplos práticos já feitos por diversas marcas!

O marketing de nicho é definido como direcionar todos os esforços de marketing para um segmento bem definido da população.

O nicho de mercado geralmente é criado identificando-se o que o cliente deseja e isso pode ser feito se a empresa souber o que o cliente precisa e tentar fornecer uma solução melhor para um problema que não foi apresentado por outras empresas.

Há uma coisa importante para entender que “nicho de mercado” é criado por técnicas de marketing inteligentes e identificando o que o cliente deseja.

Descrição de Marketing de Nicho

O marketing de nicho é uma tática de marketing implantada para atingir um segmento de mercado específico que é único.

Um nicho de mercado não significa um mercado pequeno, mas envolve um público-alvo específico com uma oferta especializada.

Com isso, a empresa se torna líder de mercado e possibilita a entrada de outras empresas naquele segmento específico.

Por exemplo, existem várias salas de cinema em toda a Índia, mas poucas oferecem poltronas reclináveis.

Nem todo mundo quer assistir a um filme pagando de 5 a 6 vezes o custo de um ingresso normal.

Assim, o público-alvo é muito diferente e o salão também só está aberto em locais onde a empresa sente que seria capaz de atingir o público-alvo, especialmente em áreas chiques.

Marketing de Nicho: Vantagens

Existem várias vantagens do marketing de nicho. Um dos benefícios do nicho de mercado é que há pouca ou nenhuma concorrência nesse segmento.

A empresa é virtualmente líder de mercado e tem monopólio de preços.

O outro benefício é o forte relacionamento com os clientes, pois pelo fato de a empresa atuar em um segmento pequeno, o relacionamento entre a empresa e a marca se fortalece, o que também é fundamental para a fidelização do cliente.

Os negócios de nicho costumam ser negócios com margens altas.

Os clientes não se importam em pagar um pouco mais porque só conseguem obter esse serviço nessa empresa ou com a sua marca.

Veja alguns benefícios:

Baixa Competitividade

A grande ideia do Marketing de Nicho é explorar uma audiência por meio de necessidades específicas.

Não é muito difícil, por exemplo, achar um restaurante. Mas o cenário se altera quando falamos de uma restaurante para veganos.

Estes 2 tipos de estabelecimento ainda são restaurantes, entretanto não há necessariamente uma concorrência entre ambos por conta do foco do serviço/produto.

Redução dos Custos de Divulgação

Quem costuma trabalhar com anúncios na internet sabe que quanto mais segmentado o anúncio for, menor é o custo por clique.

Possuir um público bem específico é quase uma garantia de que seus custos com divulgações online sempre terão um custo menor dentro do possível.

Consumidores Fiéis que Ajudam a Promover a Marca

Existem alguns fatores que permitem esta vantagem.

Possuir uma concorrência baixa faz com que a atenção do público fique menos dividida, isto é, você terá mais oportunidades de conquistar clientes.

O outro fator é que, uma vez que você ateste a qualidade do seu serviço/produto e do seu atendimento, a própria comunidade fará a propaganda para você, visto que as outras opções de mercado são mais raras.

Marketing de Nicho: Exemplos Práticos

7 exemplos de marketing de nicho de sucesso

1- Genesse Pure Food Company (Produto: Gelatina)

Um dos primeiros casos de sucesso de marketing de nicho aconteceu em 1902 através de Francis Woodward e de seu diretor de marketing William E. Rumelbaugh.

Vou explicar resumir a história:

No início, o produto gelatina (comercialmente batizada de Jell-O) não era tão amigável como é hoje!

Era vendida em pó, mas sem sabor. A intenção era dar “liberdade para o cliente” escolher o sabor que quisesse ao seu alcance e inserir por conta própria.

Contudo, perceberam que gelatinas com sabor poderia vender muito mais, então  misturou a ela sucos de fruta, açúcar e corantes alimentares.

Então a gelatina assumiu a cor e o sabor das frutas fazendo com que a aparência, o aroma e o sabor fossem muito atrativos!

Tinha tudo para ser um sucesso, mas não foi! Pois era um alimento estranho demais e a marca era desconhecida na época e esse tipo de produto fugia da tradição da época!

Por 2 anos tentaram de fato vender e tornar um produto que vendesse fácil, mas não conseguiram.

O maior problema era que os consumidores não entendiam o produto ou não sabiam o que fazer com ele. E sem demanda de consumidores os comerciantes se recusavam a ter este produto no estoque!

Então Woodward, pegando referências em 2 outros modelos de negócio, viu a oportunidade de criar um livro de receitas para ajudar tanto na divulgação quanto no consumo da gelatina (Jell-O).

Ele e seu diretor de marketing elaboraram um anúncio que proclamava a gelatina sendo a “sobremesa mais saborosa da América”. Além de explicações de formas de fazer e inovar.

Desta forma, para ilustrar todas estas ricas e variadas combinações, eles imprimiram dezenas de milhares de panfletos com receitas de gelatina.

Todos estes panfletos foram entregues aos vendedores para distribuí-los de graça às donas de casa! (dar de graça não é vender!)

Eles não podiam dar amostras grátis da gelatina, mas poderiam dar os panfletos com informações gratuitas que só poderiam ser utilizadas se o consumidor comprasse o produto. Bingo!

Algum tempo depois a campanha se transformou num grande sucesso! 2 anos mais tarde o produto Jell-O atingiu a marca de 1 milhão de dólares em vendas!

E as vendas só aumentaram depois desta tática de marketing de nicho!

O trecho completo desta história pode ser encontrado a partir da página 7 neste incrível livro aqui!

2- Whole Foods

Você provavelmente não pensa na Whole Foods como um nicho de negócios, mas ela visa consumidores ricos e conscientes que valorizam a saúde e o bem-estar.

Nem todo mundo quer gastar “todo o seu salário” em mantimentos, então é definitivamente um nicho de mercado.

A Whole Foods se concentrava em alimentos orgânicos antes de os mesmos se popularizarem.

A agitação continua até hoje, com as lojas realizando eventos para apresentação de novos produtos e a marca mantendo sua imagem como uma experiência de compra de luxo.

Os compradores confiam na marca por oferecer qualidade.

Especula-se que um dos principais motivos pelos quais a Amazon adquiriu a Whole Foods foi para acessar seus clientes, em parte por causa de sua lealdade e poder de compra.

3- Powell’s Books

A livraria Powell’s Books é conhecida como a “lendária livraria independente”, que está se tornando um nicho de negócios no mundo online de hoje.

A Powell’s vende livros novos e usados ​​em sua enorme loja principal, onde você precisa de um mapa para navegar pelos corredores.

A empresa abraçou a Internet em vez de combatê-la e implementou um plano detalhado de engajamento na mídia social com grande uso de hashtags.

A Powell’s contribui para uma infinidade de discussões e fóruns online sobre livros e patrocina eventos locais com autores e brindes.

A empresa é conhecida em todo o país pela expertise em seu nicho.

4- Facebook

Embora não seja um produto de nicho em sua forma atual, o Facebook foi lançado como um serviço de nicho altamente direcionado:

um site online para estudantes de Harvard fazerem conexões e compartilharem fotos.

Após o sucesso no campus de Harvard, o Facebook se expandiu para faculdades e universidades nos Estados Unidos.

E então se tornou a plataforma de mídia social onipresente que conhecemos hoje, disponível para todos em todo o mundo.

Este é um excelente exemplo de como aprimorar seu produto ou serviço com um pequeno grupo de usuários pode prepará-lo para um lançamento para um público mais amplo.

Aproveitando…o Facebook é uma boa ferramenta para implementar marketing de nicho para seu produto ou serviço de nicho.

5- Under Armor

Você sabia que essa marca começou quando o fundador, um ex-jogador de futebol, queria uma camisa que não ficasse encharcada de suor depois de alguns minutos jogando futebol?

Ele desenvolveu uma camisa de compressão feita de material que ficava seca e investiu alguns milhares de dólares para produzir 500 camisas.

Essas camisetas foram dadas a ex-companheiros de equipe para experimentarem e eles adoraram.

A notícia se espalhou, as pessoas queriam mais e a empresa nasceu.

Desde então, ele se expandiu para muitos tipos de calçados e calçados ativos, mas ainda visa um nicho de mercado: aqueles que não querem roupas suadas ao se exercitar.

6- Lefty’s San Francisco

Esta é uma loja dedicada a produtos para canhotos: certamente um nicho de mercado.

Enquanto alguns produtos são mais piadas (caneca de café para canhotos, alguém?), existem alguns itens feitos especificamente para canhotos.

A Lefty’s tem apenas um ponto de venda em São Francisco, mas tem uma ampla presença online.

A empresa usa palavras-chave para obter uma classificação elevada nas pesquisas do Google e também utiliza publicidade paga por clique (PPC).

Por causa desses esforços, o Lefty se tornou um recurso especializado em produtos para canhotos.

7- Vermont Wooden Toys

Este foi um caso de marketing “indireto” de nicho.

A loja de brinquedos Vermont Wooden Toys está no mercado há mais de 45 anos.

Todos os brinquedos da empresa são feitos à mão pelo proprietário e fundador.

Produtos de madeira locais totalmente naturais e sem manchas são usados ​​para criar 125 brinquedos diferentes.

E foi aqui que o marketing indireto começara:

Embora os brinquedos de madeira sempre tenham sido populares, a empresa experimentou uma onda de interesse como resultado de um recall de brinquedos em 2007 devido à contaminação por chumbo e pequenos ímãs apresentando risco de asfixia.

Apesar de uma pequena presença na web, um sistema de pedidos on-line antiquado que aceita apenas o PayPal, e nenhuma mídia social ou publicidade, famílias preocupadas com a segurança elevaram as vendas a novos patamares.

Sua popularidade continuou com a disseminação do consumismo consciente e o desejo de comprar produtos locais feitos nos EUA.

O Poder do Marketing de Nicho

Então, o que aprendemos?

Ficou claro que os esforços de marketing de nicho podem ser uma ferramenta poderosa para empresas que se concentram em um nicho de mercado.

As estratégias de boca a boca e online são fortes impulsionadores do sucesso, possibilitando que até mesmo as pequenas empresas encontrem seu mercado-alvo e se desenvolvam.

Comente abaixo qual foi a parte mais importante de tudo que você leu sobre marketing de nicho!

Compartilhe agora mesmo no:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!